sexta-feira, 9 de fevereiro de 2007

Cantar a trabalhar

Para todos os cantores que desgraçadamente têm de trabalhar para se sustentar, cantar a trabalhar pode ser uma faca de dois gumes. Por um lado, aliviamos um bocadinho aquela necessidade de vocalizar, por outro, o volume tem de ser altamente controlado. Já tentaram cantar notas agudas pianissimo? Requer muita técnica... Olha, pensando melhor, até pode ser uma excelente oportunidade para treinar o pianissimo agudissimo. Quem sabe um dia possamos chegar a uma técnica tão refinada quanto a de Montserrat Caballé... Ou pode ser que um colega menos sensibilizado para estas coisas da técnica vocal nos mande categoricamente calar...

1 comentário:

Zé da Silva disse...

Ó Bacalhoa,

Fazeres um blog para falares das mariquices da voz, tudo bem...
mas aproveitares a ponta da minha guitarra para credibilizares este teu espaço é exploração indirecta da minha imagem!
Isso não posso permitir!
Quer dizer... se me deres dinheirinho eu calo a boca e não se fala mais nisso... telefona ou manda um mail.

Bisous e Cangurus

Zé da Silva